sábado, 17 de dezembro de 2011

5 dicas para fazer unhas em casa


1.  Nada de cutículas a seco 
Seja por tentar fazer as unhas na pressa, seja por acreditar que esse é um procedimento dispensável, muitas mulheres partem para o alicate de cutículas sem deixar os dedos de molho. Elas tentam remover as cutículas rígidas, correndo o risco de deixar a cutícula toda picotada ou até de arrancar o famoso bife de um dos dedos. Mergulhar as unhas na água morna ou envolvê-las com algodão umedecido vai deixar as cutículas amolecidas e fáceis de serem removidas.

2. Sem esquecer da base 
Na pressa, a pobre da base acaba sendo deixada de lado e o esmalte é passado diretamente nas unhas. A base serve para fortalecer as unhas e é importantíssima para quem tem unhas fracas, que quebram o tempo todo, mas não há problema em não usar a base antes do esmalte. Mas a base vai fazer com que elas cresçam saudáveis.

3. Cuidado com o lixamento irregular 
Nada mais complicado do que tentar deixar as unhas certinhas quando é você mesma quem realiza o processo de lixamento. Tentar deixar as unhas regulares pode ser uma batalha perdida se não houver paciência e tempo disponível. Vale lembrar que a lixa não deve ser passada em cima da unha, pois isso vai retirar o seu brilho natural e a deixa mais frágil e sujeita à quebra. 

4. Preserve o esmalte por mais tempo
É decepcionante gastar tempo e ter todo o trabalho de fazer a própria unha e, logo no dia seguinte, sair uma considerável camada do esmalte. Além disso, passar o esmalte muito grosso na unha vai fazer secá-lo de maneira desigual e podem surgir as temidas bolinhas. 
Para que isso não aconteça, deixe de lado a quantidade generosa do produto, que muitas vezes chega até a pingar, e tire todo o excesso do pincel antes de passá-lo na unha. O esmalte fica ralo? Sim e, possivelmente, precisará de mais uma camada para ficar na cor desejada. Mas isso faz com que dure mais tempo, além de deixar menos borrões e facilitar na hora de limpar. Vale apostar também no extra-brilho, um aliado para fazer com que as unhas se mantenham por mais tempo.  


5. Bolinhas surgindo
Não adianta passar mais esmalte por cima para ver se as danadas somem - elas insistem em continuar lá, deformando todo o trabalho que você teve. As bolinhas podem surgir por diversos fatores: por qualquer corrente de ar (ventilador ligado, vento ou ar- condicionado), esmalte que não esteja bem misturado e excesso de camadas sobre a unha. Tudo isso vai gerar a secagem desigual do esmalte, fazendo surgirem as bolinhas. 
Mas, se mesmo assim você não quiser correr o risco, fica a dica da manicure: antes de pintar as unhas, mergulhe os dedos em água fria. Isso fará com que a temperatura do esmalte fique uniforme. Vale também mergulhar as unhas assim que acabar de pintá-las. Mesmo que o procedimento pareça arriscado, elas não vão ficar manchadas, garantindo assim unhas bonitas e sem bolinhas.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Escreva aqui seu comentário! ♥